Saltar al contenido principal

O que é que causa a incontinência durante a gravidez?

A incontinência durante a gravidez é um dos sintomas mais irritantes. Pode ser frustrante quando o teu próprio corpo não se comporta como deve, quando mais precisas dele. Na maioria dos casos, a incontinência urinária é temporária, ocorrendo apenas em determinadas fases, ao passo que em outros casos ocorre ao longo de toda a gravidez. Este tipo de incontinência é causado pelas alterações hormonais e pelas fases em que o crescimento do bebé é tão rápido que faz com que o útero e outros órgãos exerçam mais pressão sobre a bexiga.

Como enfrentar a incontinência durante a gravidez?

Se falares com o teu médico, este poderá dar-te alguns conselhos para diminuir os sintomas. O enfraquecimento do pavimento pélvico e as infeções da bexiga podem ser tratados eficazmente com ginástica e uma medicação adequada.

O que é que posso fazer se sofrer de incontinência urinária durante a gravidez?

A incontinência durante a gravidez é especialmente problemática para as mulheres cuja vida profissional lhes exija participar em muitas reuniões de trabalho e viagens de negócios. É muito desconcertante quereres sentir-te bem e estar ativa e ver como a tua necessidade de ir frequentemente à casa de banho te impede de o fazer. O melhor é levares sempre contigo alguns produtos para a incontinência, caso te encontres numa situação em que não consigas chegar a tempo à casa de banho.

Por que é que a gravidez pode causar incontinência?

Durante o parto, a vagina alarga-se, tornando possível o nascimento do bebé. Ao expandir-se, o mesmo acontece com os músculos do pavimento pélvico, o que pode enfraquecer esses músculos e, consequentemente, afetar o controlo da bexiga. Se já tens uma bexiga sensível, a gravidez pode agravar esses sintomas. Entre os fatores que contribuem para o risco de incontinência urinária relacionada com a gravidez incluem-se os seguintes:

  • Dar à luz um bebé grande.
  • Estar em trabalho de parto durante muito tempo.
  • Um parto vaginal difícil.

Fizeste uma cesariana? Durante a gravidez, carregas o teu bebé durante nove meses, colocando um esforço suplementar sobre os músculos do pavimento pélvico, o que, segundo os especialistas, pode causar incontinência urinária.

Sintomas da incontinência depois do parto

Se os teus músculos do pavimento pélvico estiverem enfraquecidos, podes ter perdas de urina ao tossir, espirrar, levantar objetos, rir ou fazer exercício e podes também sentir uma necessidade urgente de urinar com mais frequência. Outro sintoma comum é teres de te levantar a meio da noite para ir à casa de banho ou teres perdas de urina enquanto dormes.

O que posso fazer para fortalecer os músculos do pavimento pélvico?

De um modo geral, o controlo da bexiga melhora nos primeiros seis meses após o parto, à medida que o corpo recupera. A prática regular de exercícios para o pavimento pélvico ajudar-te-á a recuperar a força e o controlo dos músculos do pavimento pélvico. Lembra-te igualmente que qualquer movimento que efetues de cima para baixo, do tipo levantar algo do chão, irá exercer mais pressão sobre os músculos do pavimento pélvico nas primeiras semanas após o parto. Podes proteger os teus músculos com estes conselhos:

  • Aperta, levanta e contrai os músculos do pavimento pélvico antes de espirrar, tossir, assoar o nariz ou levantar um objeto.
  • Não levantes nada que seja muito pesado.
  • Evita as atividades que exerçam pressão sobre a zona do pavimento pélvico.

Se, passados seis meses, o controlo da bexiga não melhorar, convém que fales com o teu médico. É a pessoa indicada para te ajudar a encontrar outras opções de tratamento ou investigar as possíveis causas da tua incontinência urinária.

TAMBÉM PODERÁS GOSTAR: